TURISMO

EDUCAÇÃO

SAÚDE

CULTURA

ESPORTE E LAZER

TRÂNSITO

HABITAÇÃO

AÇÃO SOCIAL

MEIO AMBIENTE

Nota pública sobre o transporte universitário

A Prefeitura de Palmeiras de Goiás reafirma o apoio incondicional aos estudantes universitários do município. Em 2017, foram incluídas mais duas linhas para São Luís de Montes Belos, totalizando 14 linhas subsidiadas pela Prefeitura que teve uma quantidade de estudantes nunca antes alcançada.

 

No ano passado, foram investidos R$ 1.331.000,00 (um milhão, trezentos e trinta e um mil reais), pelo governo do município para custear grande parte do valor cobrado pelas empresas de ônibus que levam nossos alunos para cursar a universidade em outros municípios.

 

É necessário lembrar que, por lei, a Prefeitura de Palmeiras não tem o dever de arcar com gastos inerentes ao transporte dos estudantes que cursam o ensino superior, pois cabe aos municípios custear a educação até o ensino fundamental. 

 

A Prefeitura não recebe recursos específicos para o transporte universitário, com isso, este investimento não é considerado nos 25% da receita que o município investe no desenvolvimento da Educação. Outra parte do custeio do transporte universitário vem do valor pago pelos alunos diretamente às empresas. 

 

Para se ter uma ideia, em 2017, O TOTAL dos recursos investidos no transporte dos 450 alunos dos cursos universitários, foi superior ao arrecadado no mesmo ano com a principal fonte de recursos próprios da Prefeitura, o IPTU e o ITU, onde entraram nos cofres do município, R$ 1.234.000,00, (um milhão, duzentos e trinta e quatro mil reais) valor este que seria destinado à Saúde, Educação, Infraestrutura, como recapeamento de vias e limpeza pública. 

 

Comunicamos que para o ano de 2018, a atual administração já firmou o compromisso de manter o investimento. O reajuste repassado aos alunos se deu por parte das empresas de ônibus a fim de custear os aumentos de despesas dos últimos anos, puxados principalmente pelos vários aumentos no preço dos combustíveis. 

 

A Prefeitura espera ter esclarecido o grande esforço feito de manter, em tempos de grande crise financeira no país, um investimento de R$ 275,00 por aluno todos os meses. Contamos com a compreensão de pais e alunos.